2 de dezembro de 2007

Pontinhos e literatura

Sabe que a minha mania de tentar encontrar a origem das coisas às vezes dá frutos bem interessantes?

Estava procurando textos que falassem sobre a origem do bordado ou dos trabalhos manuais em geral e eis que me aparece um texto da Ana Maria Machado - uma autora de literatura infantil que escreve livros deliciosos e que, segundo descobri, adora bordar, tricotar etc. e coloca as duas artes em diversas das suas histórias - falando sobre um dos seus livros (este para os grandes) chamado Texturas, em que ela conta a história das mulheres através dos tempos, relacionando as idéias de escrever e tecer, fiar e bordar, passando por vários mitos, lendas e histórias, da Grécia Antiga, passando pela Europa Medieval, até os dias de hoje.

Que vontade de comprar o livro pra ler a história toda...

Nesse mesmo texto ela fala de outro livro seu: Ponto a ponto, todo ilustrado com bordados em que "Um fio de voz conta pedaços de histórias, muitas delas antigas. Cada noite uma nova, sempre sobre o mesmo tema: são "montes de histórias de mulheres e fiapos, fios e linhas de todo tipo, ponto a ponto se tecendo e virando novas tramas".


Resultado da pesquisa: comprar os dois livros amanhã mesmo!


Tem dúvida de que quem curte pontinhos e literatura vai gostar???

5 comentários:

Déa V. disse...

Clau!!!! Que barato você ter iniciado o blog!!! Já coloquei entre os meus favoritos pra ficar mais fácil de encontrá-lo quando quiser bisbilhotá-lo!
Boa sorte nessa nova empreitada! Ah, e agora vc não é mais revisora, é preparadora, esqueceu??? rsrs

Beijo grande!

analuizacouto disse...

Oi, Clau! Adorei ser citada, chiquérrimo! E amei seu blog, é muito legal isso de unir alguns de nossos hobbies prediletos: ler e bordar! Beijo!

Claudia disse...

Claudia, muito bonitinho o bordado de nota musical! Um beijo, Claudia (Superziper)

... e obrigada pela visita!

Claudia disse...

Valeu pela força, meninas!!!
E voltem sempre!
Beijos

Cláudia disse...

Olá amiga!
Eu quero os dois! Obrigado pela dica, tenho que procurar...
Beijinhos, Cláudia